Celular higienizado também evita o contágio do novo coronavírus

Motta: “Conscientizar a categoria sobre as prevenções necessárias para conter a pandemia é tarefa unitária do nosso elenco federativo”

No combate ao novo Coronavírus, higienizar os aparelhos de celular é tão importante quanto lavar as mãos com água e sabão. A informação está sendo difundida pela Fecomerciários nas bases territoriais dos seus 71 sindicatos filiados, a exemplo de outras orientações protetivas à Covid-19 já divulgadas. A diretoria da Federação observa que é preciso desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência, como ocorre com o celular. A atenção tem de ser redobrada porque o aparelho fica exposto a várias situações de contágio. Para limpá-lo, valem os mesmos produtos utilizados para higienizar as mãos. Isto é, água (pode ser morna) e sabão ou álcool gel, além de um pano limpo e macio, sempre umedecido e não encharcado. Depois de limpo, seque-o. Observação importante: ao fazer a higienização, o celular deve estar desligado.

Luiz Carlos Motta, presidente da Fecomerciários, assinala:

“Conscientizar a categoria sobre as prevenções necessárias para conter a pandemia é tarefa unitária do nosso elenco federativo”.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support