Jessé orienta sindicatos a se articularem contra as mentiras das elites

A palestra do professor Jessé Souza prendeu a atenção dos cerca de 300 participantes no primeiro dia do Seminário da UGT-SP, ontem (30), no Centro de Lazer da Fecomerciários em Praia Grande. O evento acontece até amanhã. O sociólogo discorreu sobre aspectos históricos do Brasil que acometem a classe trabalhadora até hoje. A apreensão da palestra se deu pelo fato de o professor demonstrar que tradicionalmente as elites subjugam os trabalhadores tendo como origem principal a escravidão da mão de obra. Numa linha de raciocínio sempre histórico o palestrante conduziu sua exposição assegurando que a classe dominante desenvolve um monopólio de 100 anos e sempre inconformada com as eventuais perdas de poder, como na Revolução de 1930, se une para desenvolver planos e recuperar o “Estado” e submeter o povo à exploração econômica. Aplaudido pela plenária, Jessé afirmou: “A reforma trabalhista mostra a continuação da escravidão no Brasil, enfraquece os sindicatos para impor um nível de exploração absurdo. Diante disso, o sindicalismo tem de mobilizar o povo porque as ideias da classe dominante se multiplicam”.

Elite e a grande imprensa

Jessé explica que é preciso se contrapor a esta multiplicação sempre propagada dentro de um contexto denominado por ele como “avassalador”.  O palestrante explica: “O domínio exercido é para ‘imbecilizar’ o povo construindo mentiras que passam pela grande imprensa, escolas e universidades. Somos herdeiros, filhos da escravidão. Se governos chegam ao poder com ideia de inclusão, caem. Como ocorreu com Getúlio Vargas em 1954. Governos que diminuem a distância entre as classes, também caem. Temos uma elite do atraso e uma imprensa que é um lixo. Para haver uma organização os sindicatos têm de resgatar sua força e importância. Nem tudo pode se redundar no discurso da corrupção. O vírus da corrupção é um estigma. Quero dizer para vocês que a grande corrupção no Brasil chama-se dívida pública! Articulem-se. Vocês têm força para derrubar estes 100 anos de mentiras para começarmos a resgatar a autoestima do povo brasileiro”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out LoudPress Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out LoudPress Enter to Stop Reading Page Content Out LoudScreen Reader Support
Abrir Whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá! Podemos lhe ajudar?