Fecomerciários

Homologação no sindicato é segurança para o trabalhador

Infelizmente, um dos impactos das restrições econômicas impostas pela pandemia da Covid-19 é o aumento das demissões. Atentos à correção dos cálculos e direitos da categoria, os Sincomerciários e Sinprafarmas filiados à Fecomerciários reforçam em Convenções Coletivas de Trabalho a necessidade de se realizar as homologações nos sindicatos a fim de evitar perdas aos trabalhadores. …

Homologação no sindicato é segurança para o trabalhador Leia mais »

Solidariedade e humanismo durante a pandemia

Por Luiz Carlos Motta Estamos chegando na metade do ano e os números sobre desemprego e fome continuampreocupantes. Além dos 14,8 milhões de desempregados, há 6 milhões de desalentados, ouseja, pessoas que gostariam de trabalhar, mas desistiram de procurar vaga, segundo o IBGE. Amaior parte de quem conseguiu uma ocupação (81%) foi no mercado informal, …

Solidariedade e humanismo durante a pandemia Leia mais »

A Reforma Tributária necessária

Por Luiz Carlos Motta* Este ano, o prazo para declaração do Imposto de Renda (IR) foi ampliado de abril para o final de maio. Mais uma vez, o trabalhador está sendo prejudicado pela não correção da tabela do IR. Isso vem acontecendo desde 2015 o que obriga o brasileiro a pagar cada vez mais impostos …

A Reforma Tributária necessária Leia mais »

Cartilha “Golpe? Tô Fora!” conta com apoio e divulgação da Federação e Sincomerciários

A cartilha “Golpe? Tô Fora!” é uma publicação da Delegacia Seccional de Presidente Prudente (SP) e Operações GTTO que conta com o apoio e divulgação da Fecomerciários. Em onze capítulos são explicados os principais golpes de estelionato praticados na atualidade por meio de textos que mostram “Como os bandidos agem” e “Orientações”. Com diagramação da …

Cartilha “Golpe? Tô Fora!” conta com apoio e divulgação da Federação e Sincomerciários Leia mais »

Fecomerciários apoia o Manifesto em Defesa da Lei de Cotas

A Fecomerciários apoia o Manifesto em Defesa da Lei de Cotas contra o Projeto de Lei 1052/20, em tramitação no Senado. Ele permite que a cota obrigatória de pessoas com deficiência e reabilitadas, nas empresas com 100 ou mais empregados, seja preenchida por pais ou responsáveis de crianças e jovens nestas condições. A justificativa diz …

Fecomerciários apoia o Manifesto em Defesa da Lei de Cotas Leia mais »